fbpx Skip to main content
0

Marketing Empresarial: como usar o Linkedin para fazer o seu negócio crescer

By 6 de fevereiro de 2019março 10th, 2021Redes sociais
guia para linkedin

Você certamente já ouviu falar no LinkedIn. Talvez até tenha uma conta nesta rede social. Mas, fala a verdade, já pensou em usá-la como parte de sua estratégia de marketing empresarial?

Frequentemente, muitos clientes chegam aqui na 7mídias focados em trabalhar apenas dois canais: o Facebook e o Instagram.

Isso porque se convencionou que essas são as únicas redes sociais trabalhadas pelo marketing digital que são efetivas.

Mas isso não é verdade.

Existem várias outras mídias que podem ser usadas para prospectar novos clientes para o seu negócio.

(Inclusive, já mostramos uma delas, que é o blog — aprenda mais sobre isso aqui!)

O próprio LinkedIn é uma ótima ferramenta para atrair novos clientes organicamente (ou seja, de graça).

Mostraremos como fazer isso neste post 😎

Vamos destrinchar o que é o LinkedIn e qual o seu verdadeiro potencial no mercado, e depois explicar como usá-lo a favor do seu marketing empresarial.

Esperamos que goste e boa leitura! 🙂

O que é LinkedIn

Vamos começar pelo básico:

O LinkedIn é a “rede social do trabalho”.

Focado no mundo corporativo, ele permite que seus usuários preencham um perfil pessoal com informações sobre seu(s) emprego(s) e atividades, entrem em contato com recrutadores e participem de grupos de discussão sobre diferentes assuntos.

Alguns dados quantitativos sobre ele:

  • Tem mais de 500 milhões de usuários ao redor do mundo (dados do dia 16/03/2018).
  • O Brasil é o 3º país com maior participação no LinkedIn, com mais de 45 milhões de usuários (dados do dia 16/03/2018).

Presta atenção nesse último fato: somos mais de 45 milhões brasileiros ativos no LinkedIn!

O que isso significa? Que são MUITAS pessoas para serem atingidas dentro dessa rede!

E aí você pode falar o seguinte: “Beleza, é muita gente. Mas, se compararmos aos 127 milhões de usuários brasileiros no Facebook (dados de 18/07/2018), não é tanta coisa assim…”.

Nós te entendemos.

Se o Facebook e o Instagram têm mais usuários ativos, por que estamos aqui dizendo que o LinkedIn talvez seja mais estratégico pra você e seu negócio?

E é agora que te contamos o grande diferencial do LinkedIn 😎:

“As pessoas passam o tempo em outras mídias sociais. Mas elas investem tempo no Linkedin.”

Como o Linkedin se diferencia das outras redes sociais?

Pensa com a gente: em quais ocasiões do seu dia você acessa o Facebook ou o Instagram?

Provavelmente quando quer relaxar, quando está esperando por algum compromisso ou quando quer se distrair, certo?

Percebe que esses momentos são de descanso ou de quando precisamos preencher nosso tempo? Em nenhum deles estamos de fato nos dedicando a essas redes.

Já com o LinkedIn é diferente.

Por ser um espaço com foco profissional, entendemos que tudo o que é dito ali pode influenciar a nossa imagem dentro do mercado e, por isso, buscamos apresentar a nossa melhor imagem com comentários relevantes, interessantes e inteligentes.

E para fazer isso, precisamos ler com atenção o que está sendo dito lá (para não corrermos o risco de fazer um comentário bobo, irrelevante ou equivocado — o que seria péssimo para a nossa imagem).

Por isso, as chances de o conteúdo compartilhado ser realmente absorvido são maiores no LinkedIn.

Outros benefícios do LinkedIn

1. Ajuda sua empresa a permanecer top of mind.

Como em qualquer outra rede, se um bom trabalho é feito dentro do LinkedIn, a tendência é que seus usuários prestem mais atenção no seu negócio.

Ao considerar seu conteúdo relevante, esse público passa a enxergar a sua empresa como referência em sua área de atuação.

Ou seja, quando ele precisar de serviços do seu escopo, lembrará que seu negócio é um especialista nele e provavelmente buscará por sua ajuda.

Lembrando que:

Como o LinkedIn é um ambiente profissional, seu público é mais escolarizado e sério. Portanto, antes de mais nada, vale entender se este público é realmente um mercado interessante pra você.

2. Ótimo para transações B2B

B2B é uma sigla usada para definir transações entre empresas (ela significa Business To Business).

E o LinkedIn é um ótimo ambiente para realizar esse tipo de atividade.

Vamos dar um exemplo:

Somos uma agência de marketing digital (olá! 😎) e descobrimos uma empresa que tem potencial para ser nosso cliente.

Podemos fazer duas coisas:

  1. Preencher o formulário de contato que essa companhia disponibiliza em seu site e torcer para não cair em uma caixa de e-mail lotada com outras prioridades.
    OU
  2. Entrar em contato diretamente com o CEO / dono / tomador de decisão dessa empresa pelo LinkedIn.

As chances de esse segundo contato ser mais bem sucedido são maiores.

Afinal, estamos falando de uma comunicação mais “humanizada” e, portanto, com maior poder assertivo.

Além disso, esta é uma rede profissional, e ações do tipo fazem parte da etiqueta do ambiente. Você e sua empresa não serão vistos com maus olhos porque quem está lá está pré-disposto a abordagens como essa.

3. Menos concorrência

Afinal, já que todo mundo acredita que só o Instagram e o Facebook são o segredo do sucesso online, menos empresas estão trabalhando essa rede, abrindo mais espaço pra sua brilhar! ⭐

O LinkedIn funciona para todos os tipos de negócios?

Não necessariamente.

Cada nicho de empresa se destaca melhor em um tipo de rede social.

Por exemplo, uma loja de roupas provavelmente terá mais sucesso no Instagram, que é uma plataforma mais visual.

Já um restaurante pode tirar mais vantagens do Facebook, onde consegue oferecer acesso a informações sobre sua localização, seu preço e horários e receber avaliações do seu serviço.

Tudo depende do foco da sua empresa.

Então, qual tipo de empresa funciona melhor no LinkedIn?

Não existe uma resposta certa.

Mas pense em serviços com potencial de informar via conteúdos mais robustos, passar autoridade e mesmo criar conexões profissionais.

Como usar o LinkedIn para divulgar minha empresa?

Como qualquer outra rede, o LinkedIn demanda cuidado, atenção e uma estratégia inteligente.

Estruturalmente, ele é bem parecido com o Facebook. Seu grande diferencial está no mindset, mais voltado para um universo mais formal e profissional.

1. Tenha uma Company Page incrível

O primeiro passo para trabalhar seu marketing empresarial é criando uma Company Page.

Company Page é um perfil empresarial dedicado a sua empresa (fazendo um paralelo, seria o que as Páginas são no Facebook).

Assim como nas Páginas do Facebook, na Company são apresentadas informações sobre a sua empresa. Também é possível postar conteúdos que seus seguidores podem comentar, curtir e / ou compartilhar.

Além disso, o próprio LinkedIn oferece uma ferramenta com métricas sobre a sua página — como o crescimento do seu engajamento e do seu número de impressões — para você ter insights sobre como estruturar melhor o seu marketing empresarial.

Como criar uma Company Page no Linkedin

  1. Cole esse link no seu navegador: www.linkedin.com/company/setup/new
  2. Escolha o tipo da sua empresa e preencha as informações básicas sobre ela. E pronto! 🙂

1.2. Personalize a URL da sua Company Page

O campo para personalização da URL da sua Company Page aparece logo quando são preenchidas as informações básicas sobre a empresa.

Quando você cria uma URL personalizada, a página passa a ter o seguinte endereço: https://linkedin.com/company/nome-da-sua-empresa. Muito melhor do que vários número aleatórios, né? 😉

Essa URL é importante porque usuários do LinkedIn e ferramentas de pesquisa a utilizam para localizar sua página.

1.3. Use uma boa imagem de capa

A imagem de capa é a foto retangular que fica bem no topo da Company Page.

Ela será a primeira coisa que seu (potencial) cliente verá quando acessar a página, junto a sua assinatura gráfica (também chamada muita vezes de logo).

Como é uma imagem de capa no LinkedInessa é a imagem de capa da 7mídias!

Quando criar sua imagem, é importante que ela atenda a esses três pontos:

  • Ter um bom design.
  • Transmitir os valores da sua empresa.
  • Estar de acordo com as diretrizes da sua identidade visual.

1.4. Preencha o perfil da sua Company Page

Parece uma dica óbvia, mas muitas empresas sequer se dão o trabalho de preencher todos os dados de sua página.

O LinkedIn oferece campos de preenchimento sobre a localização do seu negócio, seu número de funcionários e seu site.

E, claro, o mais importante: sua Visão Geral.

A Visão Geral é a descrição da empresa.

Exponha de maneira objetiva e direta o que é a empresa, seus objetivos e seus valores.

Importante ter em mente que o LinkedIn trabalha com SEO em suas pesquisas internas. Veja aqui o que é SEO e como usá-lo corretamente.

2. Compartilhe conteúdo de qualidade no LinkedIn

Ter um perfil completo é o primeiro passo para trabalhar seu marketing empresarial.

Mas ele é o mínimo do que você precisa fazer.

Isso significa que, se alguém procurar por sua empresa, ela estará apresentável.

Mas, para realmente começar a atingir novas pessoas e prospectar novos negócios, é preciso falar, mostrar quem sua empresa é e o que ela oferece.

E você faz isso por meio de postagens na sua Company Page.

O que postar?

Antes de mais nada, é preciso conhecer seu público-alvo e ser relevante para ele.

Lembre-se que os assuntos compartilhados precisam transmitir os valores da sua empresa.

Vamos supor que você tenha uma clínica de psicologia infantil e uma marca de bebidas alcoólicas tenha lançado uma embalagem nova, totalmente biodegradável.

Por mais que você pessoalmente tenha adorado essa ideia e ache que todo mundo precisa saber sobre ela, não é sobre isso que seus clientes desejam saber quando buscam pela sua empresa.

E compartilhar essa notícia pode acabar se refletindo negativamente, seja em uma baixa taxa de engajamento, seja no enfraquecimento da marca.

Por isso, pondere sobre os conteúdos antes de postar, de modo que sua empresa seja honesta com aquilo que vende.

Com que frequência postar?

Assim como em um blog, é importante criar e compartilhar conteúdos com frequência.

Aqui temos uma vantagem: ele não precisa ser de sua autoria. Compartilhe artigos, vídeos, e-books que você sabe que seu público gosta.

O ideal é ter conteúdo novo pelo menos uma vez por dia.

Se for muito difícil, se esforce em ter no mínimo uma vez por semana.

Qual o melhor horário para postar?

Lembre-se que o LinkedIn é (para muitos) uma ferramenta de trabalho.

Então, o comum é que seus usuários estejam ativos durante os dias de semana e no horário comercial.

Mas a verdade é que não existe um horário mágico que funcione para todo mundo.

Por isso indicamos que realize testes e analise as métricas para descobrir qual o melhor horário para o seu negócio.

Veja os dados fornecidos pelo LinkedIn que citamos acima e analise o que está dando certo e o que não está para traçar novas estratégias de marketing empresarial.

Definitivamente, não é uma descoberta feita do dia para a noite 😉

Mas é isso: criar, alimentar e monitorar mídias digitais é algo que demanda atenção e disciplina. E com o LinkedIn não seria diferente.

Mesmo assim, é um trabalho essencial para aumentar o awareness da sua empresa dentro do mercado — e, consequentemente, suas vendas.

Se você acha que não consegue dar conta de tudo isso, já considerou chamar uma empresa especializada para trabalhar sua estratégia empresarial no LinkedIn?

Esperamos ter te ajudado! E, se tiver alguma dúvida, é só deixar nos comentários.

Quer mais conteúdo legal assim? siga nossas redes sociais e fique sempre de olho no nosso blog! (:

Um abraço e até a próxima! 😉

7midias

Author 7midias

More posts by 7midias

Join the discussion 5 Comments

Leave a Reply