fbpx Skip to main content
0

SEO: o que é e como usar no seu site e blog!

By 18 de janeiro de 2019março 10th, 2021SEO
Descubra o que é SEO e como usar!

“Afinal, pra que serve o SEO?”

Aqui na 7mídias, volta e meia nos deparamos com essa pergunta.

Quem está começando a estruturar o marketing digital da sua empresa geralmente quer focar no retorno a curto prazo — e sabemos que isso requer altos inve$timentos.

Enquanto isso, outras estratégias que podem trazer um retorno incrível a médio prazo acabam ficando de lado, como o bom e velho blog.

De forma totalmente orgânica (e gratuita!), um blog bem trabalhado pode ajudar MUITO no crescimento do seu negócio!

Tá, e onde que entra o SEO nessa história? Aliado a um bom marketing de conteúdo, ele será um dos grandes responsáveis por fazer o seu blog bombar.

Como?

Vem que vamos te explicar tudo nesse post! 🙂

O que é SEO?

A sigla SEO significa Search Engine Optimization (em português: Otimização para Mecanismos de Buscas).

Mas o que isso realmente quer dizer?

Esse termo é usado para se referir a um conjunto de técnicas de escrita que ajuda a destacar seu site nos mecanismos de busca, como o Google ou o Bing.

Em outras palavras, ele trabalha para que seu site apareça no topo das páginas de pesquisas.

Por que usar o SEO?

Porque hoje em dia tudo é buscado na internet!

Vamos lá: se você está viajando e quer sair pra comer, aposto que pesquisa por dicas e resenhas de restaurantes online.

Ou, se está pensando em comprar uma TV nova, provavelmente compara na web os preços de diferentes modelos.

Por fim, se você tem uma dúvida sobre algum acontecimento histórico e não tem nenhum professor de História por perto, como faz pra descobrir a resposta? O jeito mais rápido é procurando na internet, sem dúvidas! 😉

Nessas 3 situações completamente diferentes, passamos pelo mesmo caminho: o de fazer uma pesquisa em um site de buscas.

E como é que esses sites entregam exatamente a resposta que precisamos?

É aí que entra o trabalho de SEO 😉

Como funciona o SEO?

Diferente do que você pode ter imaginado, esses sites não indicam conteúdos aleatoriamente.

Eles também não têm um time de pessoas disponível 24 horas só para analisar em tempo real todas as pesquisas feitas ao redor do mundo e entregar as respostas corretas no menor espaço de tempo possível.

Eles fazem outra coisa bem mais simples (e efetiva): “leem” os textos dos sites.

Por que digo “leem” entre aspas?

Porque, na verdade, são robôs que analisam todos os conteúdos publicados na internet para destiná-los para o resultado de busca correto.

Agora pensa assim: por dia, são publicados por volta de 2 milhões de textos na internet no mundo inteiro.

Some a isso o fato de que usuários de sites de busca geralmente só entram nos links que ficam no topo da primeira página de resultados.

O que concluímos?

Que é importante garantir que seu site esteja nesse topo, para ele que seja acessado mais vezes, certo?! (isso também é chamado de “ter um bom rankeamento”)

Beleza!

…E como fazer isso?

Bom, você pode pagar caro por anúncios patrocinados ou…

 

Trabalhar o SEO do seu site!

Como trabalhar o SEO no meu site?

SEO é um conjunto de técnicas de escrita que ajudam que seu site fique no topo das páginas de pesquisa.

São muitas as práticas que devem ser aplicadas a fim de atingir esse objetivo.

Inclusive, algumas empresas de Marketing Digital têm como uma de suas especialidades criar conteúdos com SEO otimizado para sites e blogs (como nós!).

Mas existem algumas dicas fáceis e rápidas que você pode usar para melhorar um pouco mais o SEO do seu site:

1. Pense como se estivesse fazendo uma busca

Quando for planejar o título para sua página ou postagem, se pergunte: como faço para chegar até esse conteúdo?

Por exemplo, vamos supor que você esteja escrevendo sobre restaurantes que sirvam comida vegana em Maceió.

Se fosse ao contrário e você quisesse procurar sobre esse assunto, como digitaria em uma caixa de busca? Provavelmente algo como Restaurante Vegano Maceió, certo?!

Pronto, você tem aí os termos mais importantes do seu artigo.

Esse post do blog da Amplic é um ótimo exemplo desse trabalho:

“Planejamento estratégico”, “canvas” e “plano de negócios” são os termos principais do artigo e aparecem em seu título.

2. Escolha boas palavras-chave

Agora que você já sabe que deve pensar seu título baseado em termos relevantes do seu conteúdo, é hora de escolher uma palavra-chave.

Por mais que o seu texto tenha várias expressões muito significativas para ele, é essencial eleger uma palavra-chave pra ser a principal.

Voltemos ao exemplo do post sobre o restaurante vegano em Maceió.

Qual desses termos você acha que é o principal?

De fato, todos são muito importantes dentro do seu contexto.

Mas pensemos assim: será que alguém que busca somente por “restaurante” está interessado em comidas veganas? Ou, se procura por “Maceió”, necessariamente quer saber sobre restaurantes?

Seria mais eficiente escolher as expressões “restaurante vegano”, “restaurante em Maceió” ou, melhor ainda!, “restaurante vegano em Maceió”.

O que quero dizer é: sua palavra-chave não precisa necessariamente ser apenas uma palavra.

Na verdade, talvez o termo mais correto seja “expressão-chave” 🙂

Esse tipo de estratégia se chama long tail keyword (a tradução ao pé da letra é “palavra-chave de cauda longa”).

Com ela, busca-se especificar o máximo possível sua palavra-chave, a fim de garantir que seu conteúdo chegue até quem realmente está procurando por ele.

E como escolher uma palavra-chave eficiente?

Recapitulando:

  1. Se pergunte: o que eu pesquisaria em um site de buscas pra chegar até esse conteúdo?
  2. Não seja muito geral.

No exemplo do restaurante vegano em Maceió, se a palavra-chave escolhida fosse somente “restaurante”, provavelmente vários usuários entrariam na página e sairiam logo em seguida por não estarem procurando opções no Nordeste ou veganas.

Sem falar que a concorrência para esse termo é muito maior. Quantas pessoas devem escrever sobre esse assunto por dia? Seria muito mais difícil se destacar com ele.

Repita a palavra-chave ao longo do texto

Agora que você já sabe como escolher a palavra-chave perfeita pro seu artigo, torne-a mais efetiva repetindo-a ao longo do texto e usando-a em títulos e subtítulos.

(mas com parcimônia, para não ficar muito repetitivo e chato, tá?!)

Quer ver como essa técnica deve ser usada? Então aqui vai um exercício: a palavra-chave desse post é SEO. Veja quantas vezes, como e onde ela foi usada nesse artigo 😉

3. Preste atenção nas imagens

Qual nome você dá ao salvar as imagens que serão usadas no seu site?

Se nunca se preocupou com isso, aqui vai uma dica: nomeie-as usando os termos mais importantes do seu conteúdo.

Por exemplo:

Exemplo de SEO trabalhando no texto alt com imagens de biscoito

Essa é a imagem usada em um post do blog da loja Quadi que tem o seguinte título: “Receitas de Natal: 3 Aperitivos para Servir na Ceia!”.

A palavra-chave desse artigo é “Receitas de Natal”.

Essa imagem poderia ter sido salva com um nome aleatório (tudo bem, todos nós já fizemos isso uma vez na vida). Ao invés disso, foi usado o seguinte título: “receitas-de-natal-sobremesa-biscoito-amanteigado.jpg”. Perceba que os termos “receitas de natal” e “sobremesa” e “biscoito” aparecem aí.

E siga esses 3 passos sempre que for salvar uma imagem para ser usada em seu site:

    1. Use a palavra-chave, assim como alguns termos importantes.
    2. Evite usar termos de ligação. Por exemplo: “como”, “para”, “de”… (a menos que ele esteja na sua palavra-chave!)
    3. Use hífens ao invés de underline, para separar as palavras.

Qual a diferença entre o Texto Alt e o Título da imagem?

Dependendo da plataforma usada para postar em seu site ou blog, podem ser oferecidas essas duas opções de preenchimento quando o upload de uma imagem é feito.

Texto Alt

O Texto Alt é o texto alternativo à imagem.

Se a sua imagem fosse um texto, como ele seria?

Os robôs que lerão o seu site (ainda) não são capazes de distinguir muito bem os elementos de uma foto. Por isso, eles precisam ler o Texto Alt: é por meio dessa informação que eles conseguem identificar o que está na foto.

O que nos leva à conclusão de que o Texto Alt é importante para trabalhar o SEO do seu site.

Mas tem um outro motivo para preencher seu Texto Alt: softwares para deficientes visuais que leem em voz alta o conteúdo da sua página usam o Texto Alt para descrever suas imagens para os usuários.

Isso significa que não basta sair jogando palavras relevantes que não fazem sentido entre si para melhorar seu rankeamento dentro do site de buscas. É preciso que esse texto faça sentido para que seu site também tenha acessibilidade.

Por último, caso o Pinterest seja uma plataforma importante pro seu negócio, saiba que nela é o Texto Alt que cria a descrição automática para uma imagem salva.

Exemplo de descrição automática do Pinterest

Agora, lanço uma provocação:

Voltando à imagem dos biscoitos de Natal, qual Texto Alt você usaria?

Exemplo de SEO trabalhando no texto alt com imagens de biscoito

Título da Imagem

O Título da Imagem tem a função do seu nome: nomear uma foto.

Sabe aquele texto que aparece quando passamos o mouse por cima de uma imagem? É ele!

Tem gente que costuma usar o mesmo texto para os dois campos. Mas isso não é bom.

O Título da Imagem deve ser complementar ao Texto Alt.

Ele não interfere tanto no SEO quanto o Texto Alt. Inclusive, alguns optam por ignorá-lo.

Mas já que estamos aqui… Por que não preenchê-lo também? 😉

4. Escreva textos grandes, com ótimos conteúdos e boa frequência

De uns anos pra cá, nos fizeram acreditar que textos curtos eram os únicos efetivos na internet.

Afinal, em tempos dos 140 caracteres do Twitter e de legenda cortada no Instagram, quem vai querer ler alguma coisa?

Isso até pode ser verdade para essas redes, mas não funciona igual para o Google.

(E olha como é verdade: até aqui você já leu 9385 caracteres! UAU!)

Ele entende que textos longos têm mais informações. Logo, são mais relevantes e merecem maior destaque.

Sabendo disso, busque escrever conteúdos com pelo menos 1000 palavras.

E com frequência. Sites desatualizados costumam ser penalizados, caindo algumas posições nos resultados das buscas.

Parece muita coisa, não é?

Afinal, você já tem que administrar o seu negócio. Agora também precisa arranjar tempo para escrever artigos com pelo menos 1000 palavras, com qualidade, frequência e seguindo uma porção de regras (lembramos que mostrei só uma pequena parcela das técnicas de SEO)?

Em compensação, esse é um trabalho que trará muitos frutos a médio e longo prazo.

E você, já considerou contratar uma empresa especializada que vai trabalhar o SEO do seu site?

Fale com 7mídias!

Esperamos ter te ajudado!

Quer mais conteúdo legal assim? siga nossas redes sociais e fique sempre de olho no nosso blog! (:

Um abraço e até a próxima! 😉

7midias

Author 7midias

More posts by 7midias

Join the discussion 3 Comments

Leave a Reply